Siga @katherslynne

10 de mar de 2015

Resenha : Magia Sombria

Título: Feitiço Sombrio | Magia Sombria
Autor: Christine Feehan
Editora : Universo dos Livros
Série : Os Cárpatos #4
Gênero: Ficção, Fantasia, Romance, Erótico

É com muita satisfação que venho resenhar meu livro favorito (até agora) da série Os Cárpatos. Estou completamente, irremediavelmente apaixonada por essa série. Confesso que quando comecei, se soubesse a quantidade de livros que tinha, nunca teria começado. Mas agora estou tão presa a eles que não posso parar de ler...



- Só há uma mulher que me importa, Gary, e ela acha difícil viver comigo. Não posso imaginar o motivo, e você?
- Possivelmente porque é ciumento, possessivo, mandando em cada pequeno detalhe de sua vida? - Gary tomou a pergunta literalmente, oferecendo suas observações sem julgar. - Provavelmente é dominador também. Posso ver..

Quero começar a deixar claro uma coisa : o livro não se trata de vampiros. Vou explicar melhor. Existem os seres Cárpatos. Imortais, poderosos, coisa e tal. Eles precisam beber sangue, não podem sair a luz do dia... Mas não são vampiros. Os cárpatos homens, quando chegam na idade de uns 200 anos, perdem as emoções, não conseguem enxergar as cores. E eles lutam com uma maldade interior dia após dia, e só lhes resta 2 opções em determinado momento de suas vidas. Sucumbir ao mal e se tornar um vampiro ou andarem a luz do sol e morrerem. Existia uma outra opção, que era encontrar suas legítimas companheiras.


Cada cárpato, seja homem ou mulher, está destinados a alguém. É como alma gêmea. Porém, a raça dos Cárpatos está em extinção, e existem poucas mulheres Cárpatos vivas. Ou seja, toda essa raça estava entrando em desespero. Centenas de homens se converteram no não-morto, no vampiro. Ele é uma criatura vil e imunda nessa série.

Mas então, surge uma esperança. No primeiro livro dessa série, Príncipe Sombrio, vemos Mihael encontrando sua companheira, e ela é humana. Descobre-se que existem humanas com poderes psíquicos que podem se convertem em Cárpato, e que são companheiras legítimas deles.

Mas vamos começar nossa resenha? Gregori  Daratrazanoff, mais conhecido como meu marido, é o melhor amigo do príncipe dos Cárpatos. E o mais temido. Por onde ele passa, humanos, vampiros e cárpatos se afastam. Todos o temem, mas todos o respeitam. Esse foi o livro que mais ansiei pra ler na série. Todas as vezes em que Gregori, o Escuro era citado nos livros anteriores, toda vez que ele aparecia, meu coração dava um pulo aqui. E eu tinha suspeitas sobre quem poderia ser a futura companheira dele por causa de uma frase que ele disse... Ele havia dito que a filha do príncipe seria dele.

- Savannah? - Os braços de Gregori a apertaram firme contra ele. - Não tente me deixar. Lute comigo, discuta, mas não tente me deixar. Caminho no limite do autocontrole. Não sinto nada por ninguém exceto por você. Seria muito perigoso.

Então conhecemos Savannah Dubrinski. A filha do príncipe Mikhael. Ela cresceu convivendo com Gregori, e sempre o temeu. Apesar de não ter certeza de que ele era seu companheiro (só da pra saber quando a partir dos 18 anos ) ela meio que sentia. E ela morria de medo dele, nunca tinha conhecido um homem tão intimidante e perigoso. Ele exalava uma aura de poder e força que a fazia se sentir atraída, e isso a apavorava. Então chega um momento em que ela fica com tanto medo, mas tanto medo, que ela foge '-'. Isso porque ela não quer ser companheira de Gregori, ela não quer ter que obedecer a ele nem nada disso. Gregori lhe dá cinco anos para que possa fazer o que quiser. Ela vai para os Estados Unidos e constrói uma carreira de ilusionista. Fica famosa, faz shows de lotar estádios... Mas ela sabe que um dia ele virá buscá-la.

Cinco anos depois, eis que ele cumpre o que prometeu e aparece. Só que talvez seja meio tarde pra ele... Ele está mais perigoso ainda (se é que isso é possível) e o demônio interior dele mais forte que nunca.

E é a partir daí que as coisas começam a ficar mais intensas entre eles. Apesar de viver amedrontada por causa dele, ela é bem determinada e volta e meia está desobedecendo-o de propósito e abrindo a boca pra falar umas poucas e boas.

"- Você é mais do que desrespeitosa, mulher. Não consigo me lembrar de nenhuma vez na vida em que falaram comigo do jeito que você fala."

Se não me engano, esse livro já ganhou uns 11 prêmios. Ou a série ganhou, não me recordo. Achei ele muito intenso e a única coisa que me deu raiva foi essa Savannah. Ah, mas se eu tivesse um Gregori da vida... Mas confesso que senti pena dela quando reli o livro pela 3º vez. Uma coisa diferente desse casal é que eles já estavam unidos antes mesmo dela nascer. Ou seja, ela realmente não teve escolha. Quando Savannah ainda era um feto, sua mãe quase a perdeu. Gregori, o melhor curandeiro do mundo cárpato, entrou dentro do corpo da mãe dela e conversou com Savannah. Ele deu seu sangue pra ela ali, porque a bebezinha tava quase morrendo. Ou seja, ela já nasceu com um vínculo com ele.

Gregori tinha a intenção de manipular a natureza, fazer dela sua companheira. E ele se revolta muito consigo mesmo, acreditando estar "roubando" a companheira de algum cárpato. Mas mesmo tendo suspeitas de que ela pertencia a outro, ele está decidido a levar isso até o fim e a fazer dele. Mesmo se todo o mundo cárpato se revoltasse e se unisse contra ele, Gregori não abriria mão dela.

-Tenho a natureza de um predador, Savannah, assim como todos os homens de nossa raça. Porque tenho séculos de antigüidade, a fera selvagem, a besta é forte em mim. - Suspirou. - Os cinco anos de liberdade, que te permiti, foram um inferno para mim e perigosos para todos o que entravam em contato comigo. Estou muito perto de me converter e é muito tarde para que procure o amanhecer. É necessário, para a segurança de todos, por você agora. - Suas mãos se enredaram na seda de seus cabelos, apertando as mechas onde enterrava o rosto, inalando sua essência. - Não posso esperar mais.

 Savannah é insolente, ousada, desafiadora. Meiga, inteligente, e como ele diz com frequência,  virava o mundo dele de cabeça para baixo. Ela não teve quase nenhum contato com homens, além de seu pai e dele mesmo porque Gregori não deixou. E com 22 anos, ela é praticamente uma criança no mundo cárpato. Não desenvolveu seus poderes ainda, não sabe sobre tudo de sua raça.

Nesse livro temos outras coisas além desse relacionamento entre os dois. Temos a sociedade de humanos que acreditam que os cárpatos são vampiros, e eles dão um bom problema pra Savannah. E o outro são vampiros que acham que podem tomar Savannah de Gregori.

Continuo me apegando a versão em inglês do que a em português. O nome do livro, Dark Magic, ao invés de ser traduzido para Magia Sombria foi traduzido pela editora Universo dos Livros para Feitiço Sombrio, e eu não gostei. E a editora ta foda, hein. Ao que parece, eles pretendem lançar um livro da série por ano. É brincadeira. Enquanto lá fora já ta chegando ao número 30º, eles estão no 4º. Quero muito ter todos esses livros físicos, mas não vou esperar lançar eles pra ler não. Até porque a curiosidade está me matando aqui. Li uns spoilers do que vai aparecer futuramente na série, e estou chocada. Quero saber por que do nada tem humana psíquica que pode se converter em cárpato, por que a raça ta entrando em extinção, por que tem tanta mulher abortando... Mas eu queria fazer uma pergunta a vocês.

Não sei se vão ler a série ou não, mas querem que eu continue postando resenhas aqui? Porque vou continuar lendo a série. Querem que eu continue ou pare, e só poste resenha dos outros livros quando forem lançados no Brasil? Não deixem de comentar. Beijos.



21 comentários:

  1. Thai apaixonei por toda história e estou louca agora pra ler esses livros, e a sua resenha ficou perfeita!!!!
    Bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada >< Leia esses livros sim, são ótimos.

      Excluir
  2. Olá! é a primeira vez que vejo o livro e gostei bastante da capa. Sua resenha ficou muito boa, me parece ser um livro um pouco complexo, preciso ler para opinar melhor. Fiquei curiosa, nem sabia que tinha uma série de TV.
    http://poesianaalmaliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá,

    Já te disse que tenho os dois primeiros e ainda não os li. Mas depois de suas resenhas estou louca pra começar logo essa serie. Acho que pode continuar postando elas e espero que todos os livros cheguem ao Brasil. *-* Quero conhecer esses homens sem emoções.

    Beijos.
    Visite: Paradise Books // Participe: Top Comentarista

    ResponderExcluir
  4. Fiquei doida com sua... cada linha que lia tinha certeza que precisava do livro e no final você me fala que lá fora já ta chegando ao número 30º e aqui estão no 4º :(
    Amo histórias de vampiros e essa é bem diferente, além de parecer um livro maravilhoso. Vou procura pelo primeiro e caminhar para o sofrimento de querer ler o resto pq infelizmente não consigo ler um livro inteiro em inglês.

    Bjs
    Jéssica - Coração Leitor

    ResponderExcluir
  5. Oii, tudo bem?
    Nossa! 30 livros? Será que vai ter mais?
    Eles tem que lançar mais de um por ano no Brasil, se eu resolver ler a série vou terminar com quase 60 anos kkkkkk....
    Bjs

    A. Libri

    ResponderExcluir
  6. Okay, to entre o leio e não leio KK primeiro porque tem vampiros e eu fujo de vampiros ultimamente. Segundo porque tem livro pra caraca! Mas a história parece ser magnifica!
    E ai? O que eu faço ? KK
    beijos

    ResponderExcluir
  7. Nossa nao conhecia essa série, mas confesso que fiquei muito interessada. Eu vou incluir na minha lista, se duvidar até passo na frente de algumas leitura hahaha bjos adorei a resenha ^^

    ResponderExcluir
  8. Parei no primeiro volume desta série, e apesar de esperar mais do livro, ainda tenho interesse de ler os outros volumes. Por mim pode continuar falando dos livros, assim vou continuar querendo seguir em vez de largar.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  9. Olaa
    Nossa,o livro teve bastante prêmios haha e é muito legal quando envolve humano e sobrenatural, bem legal o enredo, fiquei interessada, parece ser bem legal.
    Ótima resenha.

    Beijos
    Reality of Books
    Catharina

    ResponderExcluir
  10. Oiii! Sua resenha ficou ótima, muito bem escrita, porém não me interesso por esse tipo de temática. :( Até achei interessante a parte em que os cárpatos decidem se vão pro lado negro da força ou botar a cara no sol, maas não estou pronta para esse tipo de literatura. Beijos ;*

    ResponderExcluir
  11. Meus Deuses! Que e série foda, não fiquei muito animada pra ler não, depois de você ter dito que tem muitos livros. Mas eu adoraria acompanhar suas resenhas sim, e puxa, como que esses autores conseguem historia para se fazer tantos livros assim de um mesmo tema?? Invejinha de você por saber inglês, e eu aqui aguardando mil séries serem traduzidas ):

    http://ocasulodasletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi, tudo bem?
    Confesso que nunca tinha ouvido falar desse livro e que ele não chama muito a minha atenção, mais ainda por ser o 4 de uma série e eu também não costumo ler livros eróticos, mas mesmo assim gostei da sua resenha, deu para ver que você realmente gostou da leitura e até que a premissa do livro é bacana. Enfim, parabéns pela resenha e continua postando resenha dos livros da série sim o/

    Beijos :*
    Larissa - http://srtabookaholic.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Oiii acho que foi aqui que eu disse isso uma vez, mas não lembro então vou repetir kk
    Eu morro de curiosidade de ler essa série, porque não o faço? Pela quantidade de livros, como vc disse no inicio de tudo, gente eu acho muitaaaaaa neura sei lá 22 livros lançados no exterior e a série ainda nao acabou? WHATTTTTTT

    Adorei a sua resenha, me deu mais gostinho na boca... mas a minha opinião infelizmente ainda se mantem

    beijos
    http://livrosetalgroup.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Oi, tudo bem?
    Sou louca para ler essa série, mas falta tempo e dindin pra começar. Ela parece ter uma pegada semelhante a IAN, que é um dos meus maiores vícios. E eu também me caso com os hominhos fofos do livro, kkkk, então, quando o par deles é uma mocinha que me irrita, tenho vontade de mata-la kkkkk
    beijos
    meumundinhoficticio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Oie, Thai!
    Eu não leria a série mesmo sendo de um gênero que gosto. É que ele me pareceu ter romance demais. Mas sua resenha ficou ótima e sou da opinião de que deveria continuar postando resenhas da série, se assim você quiser, porque o certo é postar tudo aquilo que você curta ler, sem se privar porque alguns leitores não irão gostar - se a maioria gosta, então vai em frente e arrasa!
    Com carinho,
    Celly.

    Me Livrando ❤

    ResponderExcluir
  16. Oiee
    Olha sempre vejo todo mundo falando super bem dessa série.
    E apesar de ler sempre resenhas muito positivas como a sua
    Não me animo para ler uma série tão grande,
    Pois ocupa muito tempo e requer muito R$, coisa que não disponho.
    Mas, vou sendo feliz acompanhando as resenhas de vocês!
    Beijos, Conversas de Alcova ❤

    ResponderExcluir
  17. Olá!
    A capa não chamou minha atenção, mas em compensação essa resenha me fez querer conhecer a história e ignorar a capa "sem graça".
    Espero conseguir ler logo, porque fiquei muito curiosa!

    Bjs

    ResponderExcluir
  18. Oiee, tudo bem?

    Não conhecia o livro e como algumas pessoas aqui em cima, não me senti atraida pela capa do livro. Esse seria daquelas que eu passaria batido na livraria. Mas a proposta dele parece ser interessante e os personagens são instigantes. Fiquei curiosa pela leitura apesar do gênero fantasia com essa pitada de erótico não fazer o meu estilo

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  19. Olá =)

    Não conhecia esse livro, mas passaria batido na livraria. Mas gostei da premissa dele! Os personagens me deixaram curiosa! Mas não sei se leria. Gostei da resenha!

    Beijos, Rob
    www.estantedarob.com.br

    ResponderExcluir
  20. Oi oi!
    Nunca tinha ouvido falar desse livro e confesso que não me chamou muito minha atenção.
    Mesmo amando livros de fantasia (meu gênero favorito), acho que não leria....
    Beijos!

    ResponderExcluir

O que achou desse post? Encontrou algum erro ortográfico? Não deixe de comentar! Sua opinião é muito importante pra nós.
Não tem conta no google? Não tem problema.
Escolha a opção nome/url e coloque seu nome.
Volte sempre.