Siga @katherslynne

21 de fev de 2015

Resenha : A Culpa é das Estrelas

A Culpa é das EstrelasTítulo: A Culpa é das Estrelas
Autor (a):  John Green
Editora: Intríseca
Páginas: 288
Gênero :  Romance

Li esse livro ano passado,e agora decidi postar a resenha rsrs. O que me fez ler ele foi a quantidade de críticas positivas. Autores, revistas e jornais, blogueiros, etc. Então peguei pra ler e julgar por mim mesma a obra.

Não fazia ideia do que se tratava a história, e nem tinha ideia de como seria o desfecho. Hoje em dia quase todos sabem, os spoilers rolam a solta. Mas vou tentar não revelar nada de impactante. O fato de eu não ter recebido spoiler, provavelmente, foi o que me marcou nessa leitura. Cheguei no final sem saber a surpresa que me esperava ali. Mas vamos a resenha?




Nos deparamos com Hazel, uma garota com câncer. Ela sabe que a qualquer momento vai morrer, então se fecha e se isola. Confesso que no começo não fui muito com a cara dela. Eu tentaria aproveitar a minha vida ao máximo se soubesse que estou com os dias contados.

A mãe dela vê o estado que ela ta, então resolve mandar ela para uma terapia em grupo. Sabe, se reunir com uma galera e falar da sua vida, dos seus problemas? Desabafar. Achei a ideia da mãe fantástica. E bom, é lá que ela conhece Augustus. E ele pensa, de certa forma, como eu. Por que não aproveitar? Se divertir, realizar seus sonhos enquanto é tempo.


Ele muda a vida dela completamente, e diria que ela faz o memso com ele. Eles começam a viver algumas aventuras, a principal sendo ir atrás do autor favorito dela.

Gus acaba gostando de Hazel, se declara e passa um certo tempo na friendzone. Isso porque ela se considera uma bomba, prestes a explodir, e quer machucar a menor quantidade de pessoas possível. Achei bem filosófico isso.


- Estou apaixonado por você - ele disse, baixinho.
- Augustos - falei.
- Eu estou - ele disse, me encarando, e puder ver os cantos dos seus olhos se enrugando. - Estou apaixonado por você e não quero me negar o simples prazer de compartilhar algo verdadeiro. Estou apaixonado por você, e sei que o amor é apenas um grito no vácuo, e que o esquecimento é inevitável, e que estamos todos condenados ao fim, e que haverá um dia em que tudo o que fizemos voltará ao pó, e sei que o sol vai engolir a única Terra que podemos chamar de nossa, e eu estou apaixonado por você.
Eles acabam tendo um amigo em comum, Isaac, e a história dele é uma das que irei levar pra minha vida por muito tempo. Imagine você, sabendo que vai ficar cego em duas semanas. O que você faria? Eu passei muitos dias pensando nisso. Eu tenho um amigo que é daltônico, ele não enxerga as cores da mesma forma que a maioria de nós. O vermelho, por exemplo, ele não consegue enxergar. Fiquei pensando nele enquanto lia isso do Isaac, e pensei em como deveria ser não conseguir enxergar as coisas que nos rodeiam.

E também pensei : se eu amasse uma pessoa, eu deixaria ela só porque ela acabou tendo uma deficiência? Na teoria, a maioria poderia dizer que não, não abandonaria. A pessoa poderia ficar cega, paraplégica, mas se você a ama de verdade, continuaria ali com ela. Mas e na prática? As pessoas fazem isso?

 O final foi surpreendente. Você espera uma coisa, e acontece outra. Eu custei a terminar, meus olhos se enxeram de lágrimas. Chorei e solucei tanto que por causa disso não leria o livro de novo. Porque apesar da história ser linda e emocionante, eu não quero passar por isso de novo. A obra foi incrível e tocante, mas quando uma certa pessoa morreu, era como se uma parte de mim tivesse morrido. E eu não quero sentir isso de novo.

Alguns infinitos são maiores do que outros

Mas é um livro indispensável a todos, nem que você leia uma única vez durante sua vida, acredito que é necessário ler.

18 comentários:

  1. Oi!
    Quando li também não sabia do final, então pude me surpreender um pouquinho. Mas não me envolvi tanto com a história a ponto de chorar, pois não sou tão sentimental assim e acabei indo ler com uma visão não tão positiva sobre o livro. Não é uma história que me marcou tanto como marcou as outras pessoas.

    Leitores Forever

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ao menos você não recebeu o spoiler rsrs
      Gostou pelo menos um pouquinho do livro?
      Beijos

      Excluir
  2. Esse foi um livro do John Green que não me atraiu. Eu curti muito o filme, mas o livro nunca consegui terminar de ler. Acho que o spoiler destruiu minha leitura. www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Spoilers infelizes kkkk
      Infelizmente, graças a eles, muita gente perdeu a vontade de ler
      Espero que consiga terminar um dia, beijos

      Excluir
  3. Quando eu ele não era tão conhecido, e não sabia o final e realmente chorei por dias, e não conseguia parar de pensar, me envolvi tanto e tanto!
    Beijos
    http://cheireiumlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Somos 2, passo dias pensando também.
      Beijao

      Excluir
  4. Eu tive a sorte de ler o livro, sem saber o final e aproveitar a surpresa.
    Chorei, porque sou manteiga derretida e achei a história linda.
    Mas acho que não me apaixonei tão perdidamente como aconteceu com outros leitores, não.
    Até hoje quero ler outros livros do JG pra ver se eu vou curtir também.
    Beijos,
    Conversas de Alcova

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não diria que sou apaixonada, sabe? Não acho esse livro tudo o que dizem por ai.
      Mas chorei também porque sou chorona e algumas partes desse livro me tocaram.
      Beijos

      Excluir
  5. Olá =)

    Já li esse livro em 2013, mas não sei o que sinto por ele. Ainda nem o resenhei. Por enquanto foi o livro que eu mais gostei do Green, mas não é meu autor favorito. Odiei Alasca, dele. Gostei da resenha. Ainda não assisti ao filme. HAHAHA

    Beijos, Rob
    http://estantedarob.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas

    1. Também não assisti ao filme... Paciência, um dia talvez eu assista. E ta atrasada na resenha, hein? Uns dois, três anos haha
      Beijos

      Excluir
  6. Eu li esse livro no início de 2013, quando a febre ainda estava começando... Sinceramente, achei o livro bom, mas minhas expectativas estavam muito altas justamente por todos falarem bem. O final realmente é algo que você não espera no início do livro, mas achei que o autor deu algumas pistas com o passar da história, então eu já estava suspeitando um pouco de que aquilo aconteceria Hahahaha Da metade pro final tudo acaba ficando bem triste mesmo, mas eu só chorei em uma parte... Inclusive me senti um E.T. porque todo mundo dizia que chorou demais e eu não. HAHAHA Mas achei muito interessante esse ponto que você colocou no post sobre o Isaac. É realmente muito triste. E o pior é que existem milhares de casos como esse e eu mesma já fiquei sabendo de situações em que a namorada(o) deixou o companheiro(a) quando soube que estava doente ou passando por um problema sério como esse. Eu acredito até que a história do Isaac me emocionou mais que a da Hazel e do Augustus Huahahuahua

    Enfim, ótima resenha! :D
    Beijosss
    http://bookspoison.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oii
    Eu sou totalmente apaixonada por esse livro e concordo com você, é um livro indispensável... todos deveriam de ler uma vez na vida.

    Parabens pela resenha


    beijos
    http://livrosetalgroup.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Ah chorei, chorei muito lendo esse livro, tanto que nem quis repetir a dose com o filme.
    Assim como você, também me surpreendi no final. Uma leitura cativante. :)

    http://cafeecomletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oii, tudo bem?
    Nunca tive vontade de ler esse livro, o filme já assisti, mas também não chorei...
    Gostei da sua resenha!
    Bjs

    http://a-libri.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi, Thai!
    Eu li esse livro já sabendo do final e tudo. Isso não influenciou em nada, de verdade. Mesmo que jamais imaginasse o que aconteceu eu continuaria sentindo um desgosto imenso pela obra. Convivi de perto com uma pessoa com câncer, a acompanhei em sessões de quimio e radioterapia, tudo pelo SUS, tendo de suportar ver a pessoa que eu mais amava na luta, além de outras em estado deplorável que ficavam ao nosso redor. Perdi pessoas queridas para essa doença, pessoas que fizeram meus dias felizes e sempre me cumprimentavam com um sorriso no rosto. O câncer é uma doença canalha, uma doença desgraçada, e criei aversão ao autor por torná-la uma fantasia. Jamais lerei qualquer outra obra dele.
    Mas sua resenha foi boa e Green escreve bem, isso não podemos negar.
    Com carinho,
    Celly.

    Me Livrando ♥

    ResponderExcluir
  11. Poucos são os que não se emocionam com o livro. Talvez por conta do problema ser tão real no nosso dia a dia. Esta dor de perder a alguém no livro, é como se fosse nosso parente, o que de certa forma é mesmo.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  12. Ai este livro!!! Admito que o li na altura em que toda a gente falava dele, mas foi o único livro que até agora me fez chorar a sério (tinha de parar de vez em quando para me assoar e limpar as lágrimas, senão não via nada) e o filme foi pior ainda! Mas não me arrependo nada... Ao mesmo tempo acho que o livro ensina muito e dá-nos uma perspectiva diferente da vida de um adolescente naquela situação. Para além disso, identificava-me imenso, não com a Hazel em si, mas com algumas das conclusões a que ela chegava à medida que crescia com o que aprendia. E o Gus, bem acho que é impossível não adorar aquele rapaz (cada vez que penso nele, o meu coração quase pára!). Também adorei o Isaac! Uma personagem muito verdadeira e hilariante, apesar de todos os problemas - acho que no fundo todas as personagens deste livro são assim! Adorei a resenha beijinho* :D

    ResponderExcluir
  13. Oie, tudo bom?
    A Culpa é das Estrelas é um livro maravilhoso e bastante emocionante. Não chorei, mas fui tocada pelo amor vivido entre o Gus e a Hazel. É um livro que me conquistou e sempre recomendo a leitura a todos.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

O que achou desse post? Encontrou algum erro ortográfico? Não deixe de comentar! Sua opinião é muito importante pra nós.
Não tem conta no google? Não tem problema.
Escolha a opção nome/url e coloque seu nome.
Volte sempre.