Blogueira literária, apaixonada por livros, filmes, séries e outras coisinhas da cultura nerd. Responsável pelo projeto F.A.L.E. e pela revista Jovem Geek. Autora no Nyah, Spirit e Wattpad. Auxilia na revisão de originais e suporte a autores iniciantes.

28 de jan de 2015

Série O Diário da Princesa


Olá, queridos leitores! Hoje venho apresentar uma das minhas séries literárias favoritas, a coleção Diário da Princesa. Faz muitos anos que comecei a ler ele e como estou me sentindo nostálgica hoje, vou relembrar algumas coisinhas aqui.

Abaixo, você vê as antigas capas da série. São as minhas favoritas, apesar de não ter elas. É meu sonho ter. Porém, elas pararam de ser fabricadas, o que torna mais difícil de adquirir. 


As novas capas são essas. Ao que parece, a intenção deles era deixar os livros mais parecidos com diários, mas não acho que ficou muito bom essa mudança. A escolha das tonalidades das cores não ficou muito legal. 



A séria já conta com dez livros + livros extras + guias. Abaixo, deixo a lista em ordem cronológica dos livros. Em breve começarei a fazer resenhas de cada livro, então guardem o link desse post pois a cada resenha que sair colocarei um link no título de cada livro : 

1 - O Diário da Princesa 
2 - A Princesa Sob os Refletores 
3 - A Princesa Apaixonada 
4 - A Princesa à Espera
4 e meio - O Projeto da Princesa 
5 - A Princesa de Rosa-Shocking 
6 - A Princesa em Treinamento 
6 e meio - O Presente da Princesa 
7 - A Princesa na Balada
7 e meio - Sweet Sixteen Princess (não será lançado no Brasil) 
7 e 3/4 - Valentine Princess (não será lançado no Brasil) 
8 - A Princesa no limite 
9 - Princesa Mia - Princess Mia 
10- Princess forever (Décimo e último livro da coleção ainda não lançado no Brasil, mas com traducão semelhante a "Princesa Para Sempre" ou "Para Sempre Princesa") 

A história é contada pela protagonista Mia Thermópolis, uma jovem garota que descobre ser princesa de um principado. Como uma adolescente normal, ela passa por problemas, crises emocionais e dúvidas. Uma das coisas legais que tive com essa série foi ver o crescimento dela enquanto eu mesma crescia. Quando tinha uns 14 anos, eu li A Princesa de Rosa Shoking e achava simplesmente o livro mais legal que já havia lido. Eu compreendia a Mia, e a cada página eu entrava na mente dela. Ela está totalmente desesperada pelo fato de seu namorado, o talentoso Michael, não a ter convidado ainda para o baile de formatura.

O incrível é que anos depois, em outro livro, Mia está relendo seu diário e vê que o quanto mudou. Ela está prestes a se formar e não acha mais o baile aquela coisa que ela julgava que era. E por incrível que pareça, eu também achei isso. Era como se eu estivesse, realmente, crescendo com ela. 

Agora ela cresceu, já está adulta, e me ultrapassou em idade. O próximo livro, que será lançado no meio desse ano, provavelmente será o último contado por ela e vai se tratar de seu casamento com o garoto dos seus sonhos.

Já houve 2 adaptações de filmes pela Disney, e apesar de gostar da escolha das atrizes Anne Hathaway e Julia Andrews, não gostei muito do roteiro do filme. O segundo então, eu simplesmente não engoli. Completamente diferente do livro.


Confira algumas diferenças entre o filme e o livro de Meg Cabot:
  • No livro, o pai de Mia, Phillipe Rinaldi, não está morto.
  • A idéia que temos no filme é que Clarisse Rinaldi é um avó bondosa, mas no livro, é uma megera que só anda de roxo e tatua as sobrancelhas.
  • O diário foi dado a Mia pela sua mãe, como uma forma de expressar seus sentimentos, e não como presente de aniversário do pai.
  • Michael não trabalha numa borracharia, e não estuda com Mia, pois é um veterano. Ele era muito mais próximo de Mia, pois conversavam bastante e ele a ajudava em álgebra.
  • O namorado de Lilly se chama Boris Pelkowski e é violinista, não um mágico chamado Jeremiah. E ele não tinha cabelos vermelhos, eles no livro eram loiros.
  • Os sobrenomes de Lana e Josh estão errados, é Weinberger e Richter, respectivamente, não Thomas e Bryant.
  • Helen namora o professor de álgebra de Mia, sr. Gianini.
  • Paolo faz uma mudança radical em Mia, e lhe deixa com cabelos curtos, repicados e louros.
  • Fat Louie é laranja e não preto e branco.
  • O guarda-costas de Mia se chama Lars não Joe.
  • No filme, a única amiga de Mia é Lilly, mas no livro ela tem Shameeka, Tina Hakim-Baba e Ling Su.
  • A festa em que Mia dá o primeiro beijo foi na escola com Josh e não na praia e nunca sonhou em levantar o pé durante o beijo.
  • Mia tinha 14 anos quando descobriu ser herdeira do trono de Genovia.
  • Como Mia só tinha 14 anos, e não podia dirigir, ela não tinha nenhum carro, então a cena em que bate num trem não poderia existir.
  • No livro, antes de Mia namorar Michael, ela namora com Kenny, sua dupla durante as aulas de Biologia.
  • No livro Mia mora em Manhattan não em São Francisco.
  • No livro, quando Mia briga com Lilly, ela passa um tempo com Tina, não com a Lana Weiberger.
  • No livro, Mia ia ao baile da diversidade cultural com o Josh Richter, mas no filme, a cena nunca existiu.
  • No livro, a Mia iria herdar um principado, mas no filme, ela era herdeira de um pequeno reino.
Por enquanto é só. Espero que tenham gostado da matéria e aguardem pelas resenhas. 

8 comentários:

  1. Sou apaixonada pela Meg Cabot, principalmente depois de ler a série A Mediadora. Mas nunca tive vontade de ler essa série, mesmo gostando do filme. Acho que sou a única que prefere as capas novas, são simples mas bonitas kkkk Legal você colocar as diferenças do livro-filme, porque sempre existe. Mas mesmo não estando na vibe romance e coisas do tipo, pretendo um dia dar chance a essa série, até porque e quase impossível da Meg me decepcionar. Beijos
    www.reinodaloucura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já li vários livros dela, é uma excelente escritora. Acho que o único livro que me desapontou foi Insaciável 2, mas foi porque recebi um spoiler tão grande que não aguentei ler...

      Excluir
  2. Oi Thai, tudo bem?
    Eu só assisti aos dois filmes e gosto bastante de ambos! Acho a Mia uma protagonista muito amor ♥.
    Tenho muita vontade de ler os livros, mas além de serem muitos eles são meio caros também então não tive a oportunidade de adquiri-los.
    Eu sinceramente não sei se gosto mais das capas antigas ou das novas. Mas acho as cores das capas antigas mais bonitas!

    Beijo :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu gosto só do primeiro filme. Acho que o que me irritou no segundo livro foi ver a Mia com outro cara, diferente do que ela tava no livro kkkk. Prefiro as antigas, mas gostaria de ter qualquer um deles.

      Excluir
  3. Oie Thai! ^^
    Conheci a Meg pela Série A Mediadora, e nem preciso dizer que passei a amar os Livros dela! :D Ainda não li essa Série mas pretendo ler, na verdade eu quero todos os Livros da Autora para mim! kkkkk :D
    Eu olhei o filme com a atriz Anne mas lembro que gostei porém não foi aquilo sabe, por esse motivo ainda não li os Livros!
    Logo irei ler e espero gostar tanto quanto Você :D

    Beijos e até logo! ^^
    https://worldofmakebelieveblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu gosto porque fez parte da minha infância, ne, foi o primeiro livro que li dela <3
      Nem todas gostam, mas também espero que você goste tanto ou ainda mais que eu.

      Excluir
  4. Olá Thai, sou louca para ler esta série... Mas sei lá tantos livros que acabo desistindo rs. Mas parece ser muita boa e também amo a escrita da Meg então com certeza irei gostar de ler.
    Enfim, beijos e muito sucesso amore.
    http://chuvaelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São muitos livros mesmo, mas em um dia você consegue ler um, de tão bons que são *_*
      Oay, uns 3 dias dá

      Excluir

O que achou desse post? Encontrou algum erro ortográfico? Não deixe de comentar! Sua opinião é muito importante pra nós.
Não tem conta no google? Não tem problema.
Escolha a opção nome/url e coloque seu nome.
Volte sempre.

Sobre Nós

Blog literário criado por Thainá dos Santos e administrado com a colaboração da Emily Araújo.

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *