Blogueira literária, apaixonada por livros, filmes, séries e outras coisinhas da cultura nerd. Responsável pelo projeto F.A.L.E. e pela revista Jovem Geek. Autora no Nyah, Spirit e Wattpad. Auxilia na revisão de originais e suporte a autores iniciantes.

13 de dez de 2014

Resenha - Cinquenta Tons de Cinza

Anastasia Steele é uma jovem mulher que está prestes a se formar  na faculdade, e acaba cruzando com nada menos que Christian Grey, o bilionário sexy, bonito e misterioso. Ela acaba tendo que o entrevistar, e se depara com um homem atraente, inteligente e profundamente dominador.

Ingênua e inocente, Ana se surpreende ao perceber que, a despeito da enigmática reserva de Grey, está desesperadamente atraída por ele. Incapaz de resistir à beleza discreta, à timidez e ao espírito independente de Ana, Grey admite que também a deseja - mas em seu próprios termos...

Um homem... Uma mulher... E um contrato...




Reli esse livro recentemente para a #MaratonaLiteráriaToDeFérias. Antes de ler, muitas pessoas ao meu redor ficavam comentando sobre esse livro. Quem nunca ouviu falar dele que atire a primeira pedra. Certo dia, instigada pela curiosidade, fui perguntar a um amigo meu que disse que tinha lido o livro. O que tem demais nesse livro? Por que as pessoas falam tanto dele? A  resposta dele foi de que havia muita putaria, mulher dando o ânus, e não sei o que mais. Disse até que tinha uma parte onde ela fazia sexo dentro do ônibus com um cara.

De início, fiquei um pouco assustada com a descrição que ele deu , mas mesmo assim resolvi ler. Enquanto eu lia fui ficando apaixonada pelo livro. Me identifiquei com Ana Steele e achei Christian Grey fascinante. Conforme prossegui na leitura, minha curiosidade em relação ao enigmático senhor Grey foi aumentando, e quando finalmente conheci o Quarto Vermelho da Dor, senti náuseas. A partir dessa parte, eu tinha perdido o fasíneo pela história e me sentia como a Ana. Confusa, amendrontada. Mas continuei firme na leitura e ao terminar, mesmo me sentindo enojada, fui ler o segundo.

Hoje, sou fã assumida da trilogia e recomendo a leitura não só do primeiro livro, mas de todos. Só assim você consegue entender a história. Acredito que as pessoas que dizem que só há imoralidade nesse livro provavelmente só leu as partes tidas como picantes ou se assustaram com aquela tipo de relação.

Já li muitos livros de New Adult que contém mais erotismo que Cinquenta Tons. Acredito que o que assusta é isso mesmo, a relação dos dois, que contrariando o comum, é de BDSM - que, cá entre nós, é bem fraquinha no livro-. BDSM é uma relação onde existe um dominador e um submisso. Como o próprio nome já diz, o dominador manda e o submisso obedece. Christian é um dominador, e Ana não é uma submissa - ao menos, não na maioria do tempo.

O filme baseado na obra de E.L.James estréia nos cinemas do Brasil em 12 de fevereiro, e dois trailers dele já foram divulgados. (Clique Aqui para ver).

Confira a resenha do segundo livro da trilogia, Cinquenta Tons Mais Escuros.

7 comentários:

  1. Olá, este é um daqueles livro que eu tenho certeza que nunca irei ler. Não por preconceito, mas por que o gênero não é de meu gosto. Muito gente vai lê-lo só por causa da "putaria" mesmo, e por isso o livro fica mal falado. Mas acredito que deva ter sim uma história interessante na trama, se não ele não seria tão famoso.
    Um abraço
    Oficina do Leitor / Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muita gente só lê mesmo por causa dessas "cenas" picantes kkk mas igual falei, qualquer livro erótico ou principalmente de New Adult tem. Não é um gênero literário pra qualquer um, minha irma, por exemplo, detesta.

      Abraços, Thai

      Excluir
  2. Oi Thay, tudo bom?

    Confesso que não tinha interesse nesse livro, mas depois de assistir ao filme quero muito lê-lo. Gostei da sua resenha! Apesar de já ter entendido que ele não é assim tão erótico. Acredito que já tenha lido bem mais fortes e picantes do que esse. HAHAHAHAH Mas fiquei curiosa para saber mais sobre o Gray!

    Beijos, Rob

    ResponderExcluir
  3. Oi :)
    Não li os livros pois eles não fazem muito meu gênero literário e depois de assistir o filme que não tenho mais vontade de lê-lo kkkk Mas quem sabe um dia eu os leia né? Ótima resenha.
    Abraço
    http://interessantedeler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Thay!
    Eu gosto bastante de romances, sejam eles eróticos ou não, porém esse foi um livro que nunca atraiu minha atenção. Tenho uma amiga que é fã e sempre quer me empurrar ele para fazer a leitura, mas até agora tenho recusado pq não tenho curiosidade. Sei que o livro vai além das cenas picantes, que há um mistério rondando o Grey, mas o pessoal se liga mesmo é na parte do sexo. hahahahaha
    Não assisti ao filme também e creio que não assistirei por enquanto. Muita gente comentou que ele é bem mais leve que o livro.
    Beijos
    Coisas de Meninas

    ResponderExcluir
  5. Oi Thai. Tudo bem???

    Já li esse livro e achei maravilhoso realmente, mas infelizmente o resto da trilogia não me agradou em nada. Ao meu ver a autora veio com uma proposta e a deturpou depois, mas o que não funcionou para mim parece ter funcionado para muitos. Que bom que você gostou do livro e da trilogia.
    Adorei a resenha. Bjoks da Gica.

    Uma Leitora Aquariana

    ResponderExcluir
  6. Oi =D Tudo bom?

    Que resenha incrível! Eu já li Cinquenta Tons e gostei... Mas depois que descobri que era Fanfic de Crepúsculo, eu comecei a ligar as coisas e vi que não era tão bom assim... Você já assistiu ao filme? Eu assisti e achei muitoo bom! Bom, quem saiba eu não releia e comece a olhar com outros olhos, né?! =)

    Beijos,
    www.falandoemlivros.com

    ResponderExcluir

O que achou desse post? Encontrou algum erro ortográfico? Não deixe de comentar! Sua opinião é muito importante pra nós.
Não tem conta no google? Não tem problema.
Escolha a opção nome/url e coloque seu nome.
Volte sempre.

Sobre Nós

Blog literário criado por Thainá dos Santos e administrado com a colaboração da Emily Araújo.

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *