Siga @katherslynne

13 de abr de 2014

Top 5: Livros mais comentados no momento

Ultimamente, virou "modinha" ler. Antes, pessoas que saíam para os lugares com um livro na mão eram consideradas esquisitas. Quem nunca levou consigo um livro? Eu levo pra escola, para o cinema, parques, etc. A sensação de ter um livro por perto é maravilhosa. Mas eu já fui muito zoada por causa disso. 

Hoje é considerada "foda" a pessoa que lê, virou um sinônimo de intelectual. Se isso é bom? Claro que é, porque as pessoas  estão finalmente se tocando que ler não é um bicho de sete cabeças, que a leitura é essencial na vida de um ser humano. A leitura te dá um entendimento maior sobre o mundo e o que há nele, você o enxerga de uma forma diferente. Você melhora na escrita, tem mais conhecimentos, mais vocabulário, mais diversão... A lista é imensa.

Diante desse aumento de leitores espalhados pelo Brasil, resolvi fazer uma lista que, na minha opinião, estão sendo os livros mais comentados ultimamente. Não só na minha opinião, mas a de alguns leitores do blog, que votaram.

Se você não leu ou nunca ouviu falar de algum dos livros abaixo, sinto em te informar que você está e muito desatualizado. 



5° lugar: Destrua este diário





Quem nunca viu alguém postando fotos sobre este livro no instagram ou no facebook? Eu, particularmente, fico me remoendo de inveja, querendo o  meu exemplar. 


Esse livro é muito diferente e contraditório, vai contra tudo o que um leitor faz: ele pede para que você destrua o livro, mas de maneiras diferentes. A autora,  Keri Smith, nos convida  a rasgar páginas, rabiscar, pintar fora das linhas, manchar e até mesmo levar o livro para o banho. Segundo ela, o perfeccionismo tão grande que está em nossa sociedade está nos atrapalhando no processo de criatividade. 

Gostei muito da ideia e em breve comprarei o meu. Da uma olhadinha nesse vídeo que vocês vão entender mais sobre o livro:






4° lugar: Divergente



Quem está por dentro do mundo da leitura sabe que as sagas são um fenômeno, e sempre aparece uma atrás da outra. Depois do enorme sucesso com os livros Jogos Vorazes, chegou a hora da saga Divergente brilhar. O primeiro filme da trilogia estreou dia 17/04, e dia após dia aparece mais fãs.


O primeiro livro da série se passa em uma cidade futurística, onde a sociedade é dividida em facções: Abnegação, Amizade, Audácia, Franqueza e Erudição ( as pessoas são divididas de acordo com suas personalidades). Ao completar 16 anos, todos os jovens devem escolher uma facção , e isso acontece com  Beatrice. Ela cresceu na facção Abnegação, e com 16 teve que passar por um teste para decidir qual ficção combina mais com ela. Porém, os resultados a surpreendem e podem mudar sua vida pra sempre: o teste não funciona com ela porque ela é uma divergente. Cheio de surpresas, descobertas e intrigas, o livro te prende do começo ao fim, e você se vê lado a lado com Beatrice enquanto descobre que a sociedade em que vive não é tão perfeita assim.

A trilogia é composta pelos livros:

  • Divergente
  • Insurgente
  • Convergente



3° lugar: Cinquenta tons de cinza




Quem nunca ouviu falar desse livro, que atire a primeira pedra. Se você nunca leu, provavelmente já deve ter ouvido muita merda sobre ele. Talvez eu não tenha a mesma opinião que você sobre esse livro, mas como um leitor, se você não leu a trilogia completa, não deveria criticar. Você só critica aquilo que você viu, que você conheceu, antes de tirar conclusões precipitadas.

Anastasia Steele é uma jovem mulher que está prestes a se formar  na faculdade, e acaba cruzando com nada menos que Christian Grey, o bilionário sexy, bonito e misterioso. Ela acaba tendo que o entrevistar, e se depara com um homem atraente, inteligente e profundamente dominador.

Ingênua e inocente, Ana se surpreende ao perceber que, a despeito da enigmática reserva de Grey, está desesperadamente atraída por ele. Incapaz de resistir à beleza discreta, à timidez e ao espírito independente de Ana, Grey admite que também a deseja - mas em seu próprios termos...

Um homem... Uma mulher... E um contrato...

Não é uma leitura que eu recomendaria a uma garota menor que 14 anos, o livro é recheado de erotismo. Mas é apaixonante, um romance maravilhoso.

A trilogia é composta por:



2° lugar: A menina que roubava livros



Conhecido também como "A filha de Hermes" pelos semideuses de plantão, a menina que roubava livros está sendo um dos livros mais vendidos, mais comentados e discutidos. Pessoas de todas as idades, tanto jovens quanto adultos e idosos já leram ou estão lendo. Mas, o que tem nesse livro de tão especial?

Um dos diferenciais, sem dúvida, é que a história não é contada pela protagonista, e sim pela morte. Ao perceber que a pequena Liesel Meminger, uma ladra de livros, lhe escapa, a Morte afeiçoa-se à menina e rastreia suas pegadas de 1939 a 1943. A mãe comunista, perseguida pelo nazismo, envia Liesel e o irmão para o subúrbio pobre de uma cidade alemã, onde um casal se dispõe a adotá-los por dinheiro. O garoto morre no trajeto e é enterrado por um coveiro que deixa cair um livro na neve. 

Clique Aqui para ler o resto da resenha



1° lugar: A culpa é das estrelas




  “Alguns infinitos são maiores que outros... Há dias, muitos deles, em que fico zangada com o tamanho do meu conjunto ilimitado. Eu queria mais números do que provavelmente vou ter."

A culpa é das estrelas é um livro escrito por John Green que fez muito sucesso e até virou modinha por um tempo. Muita gente leu, e as que não leram ficaram com vontade de tanto que ouviram falar nesse livro. Eu, particularmente, li esse livro em 2 dias e chorei muito durante a leitura.  O livro conta a história de Hazel, uma paciente terminar que só está viva por um milagre da medicina, ela toma um remédio que faz efeito apenas em algumas pessoas, mas para ela isso dá a promessa de viver mais algum tempo. O ultimo capitulo da sua vida foi escrito no momento que ela recebeu o ultimo diagnóstico. Mas em todo bom enredo há uma reviravolta, e a de Hazel se chama Augustus Waters. Gus é um garoto bonito que certo dia aparece no Grupo de Apoio a Crianças com Câncer. Juntos, os dois vão preencher o pequeno infinito das páginas em branco e suas vidas e construir juntos uma pequena mas linda história de amor. 


20 comentários:

  1. Gostei, embora eu não ache o destrua esse diário tão comentado assim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você não tinha o feed de notícias lotadas com fotos dele? O.O

      Excluir
  2. Acho que divergente devia estar em 1º u.u

    ResponderExcluir
  3. Finalmente alguém que pense como eu sobre os cinquenta tons \o/

    ResponderExcluir
  4. Oi Thai! :)
    Olha eu li 50 Tons e realmente odiei. kkk
    Achei a história fraca e acho um absurdo ser vendido como um romance, sendo que o excesso de erotismo tira o espaço de todo o resto. Já li romances hot com histórias bem melhores e por isso 50 Tons foi a minha maior decepção literária. Mas que é comentado é mesmo e acho que tudo depende do gosto da pessoa, acho qualquer leitura válida, desde ler um gibi até a leitura da Bíblia, importante é ler. E acho bacana os livros virarem modinha. Numa sociedade onde moda é ouvir funk, ostentar e se comportar mal, uma modinha saudável não fará mal. <3

    Beijos,
    Mari Siqueira
    http://loveloversblog.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No começo eu cheguei a pensar nisso, principalmente no final. Eu estava quase vomitando de nojo. Então eu comecei a ler o 2 º ( e tive que ter muita coragem) e depois simplesmente me apaixonei. Leia o 2 º e o 3 º que você vai entender que a história é mais que erotismo (até pq todo casal adulto faz sexo, não vejo o motivo de não escrever sobre isso).

      Excluir
  5. Minha mãe não me deixa ler 50 tons de cinza, principalmente depois que ela leu :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se eu fosse mãe, também nâo deixaria kkkk

      Excluir
  6. A culpa é das estrelas foi um dos livros mais tristes que já li :'(

    ResponderExcluir
  7. Estou louca para ler "A menina que roubava livros". Assisti e chorei MUITO, imagina lendo :'(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Li um terço do livro e parei. Tenho o filme faz um ano e nem assisti. To esperando o momento certo pra continuar com a leitura, mas esse momento n chega. N qro chegar na pte triste..

      Excluir
  8. É capaz de eu só gostar de "A menina que roubada livros". Li "ACEDE" mas não curti tanto assim .. Comecei a ler 50 tons, odiei, parei.

    ;--;

    www.malfeitofeito.tk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ACEDE eu até curti, mas não leria de novo não.

      Cinquenta tons é uma controversia. Pra quem não gostou do primeiro ou não conseguiu terminar, recomendo ir para o segundo

      Excluir
  9. A Menina que Roubava Livros tem uma história lindaaaa!!!! *-* Chorei em diversas partes do Livro! Achei a forma de escrita do Markus muito boa, foi a primeira vez que li um Livro onde quem contava a história é a morte! E isso fez a leitura para mim ser muito diferente na época!
    A minha edição é a capa do Filme! *-* Ainda não assisti mas pretendo! :)
    A Culpa é das Estrelas foi outro Livro que fez eu chorar muito, principalmente após a morte de um personagem tão querido! Aaaah como eu chorei!
    Acho legal a proposta de Destrua este Diário mas nunca teria coragem! kkkk

    Beijos e até logo! :D
    https://worldofmakebelieveblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu gostei de AMQRL, porEm, achei a leitura cansativa. Foi emocionante, não vou negar. Mas sei la, não consegui terminar a leitura.

      Acede, nunca mais leio. E DED, eu curti ><

      Excluir
  10. Oi tudo bem?
    Eu também sempre que posso levo um livro comigo! Amo ler em todos os lugares, então nunca perco uma oportunidade de ler...rsrs
    Fico feliz que as pessoas estão cada vez mais reconhecendo a importância da leitura na vida!
    Conheço todos os livros que você citou, e já li A culpa é das Estrelas e Quem é você Alasca!

    Beijo ;*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu pensei em ler QevA, mas li uns spoilers e perdi a vontade.

      Ler é realmente bom ne <3

      Excluir

O que achou desse post? Encontrou algum erro ortográfico? Não deixe de comentar! Sua opinião é muito importante pra nós.
Não tem conta no google? Não tem problema.
Escolha a opção nome/url e coloque seu nome.
Volte sempre.